Você sabe as vantagens de estudar nos EUA? Veja neste post

vantagens de estudar nos EUA

A maior parte das famílias que têm como objetivo se mudar para os Estados Unidos buscam, especialmente, uma qualidade de vida melhor. Muitos serviços nos Estados  Unidos são referências mundiais, e isso tem levado cada vez mais brasileiros a investirem em várias cidades do país.

No entanto, uma das dúvidas mais recorrentes de quem deseja iniciar esse processo de imigração está relacionada às questões do ensino escolar, como estrutura, custos e tempo de permanência. Essa preocupação se dá principalmente entre os pais que desejam transferir seus filhos de escolas e faculdades brasileiras para instituições norte-americanas.

As vantagens de estudar nos EUA são inúmeras, mas, primeiramente, é importante entender como funciona o sistema educacional por lá e saber a melhor opção para definir a nova instituição de ensino dos filhos. Acompanhe a leitura e saiba mais!

Como é a estrutura de ensino nos Estados Unidos?

Assim como no Brasil, os períodos escolares nos EUA são divididos acompanhando uma média de idades. Em relação ao tempo de permanência, pouca coisa muda comparando ao sistema brasileiro, especialmente quando falamos sobre educação primária e fundamental.

Para você entender o sistema de ensino norte-americano, conheça abaixo cada etapa desse processo:

Preschool

É o equivalente ao período de Educação Infantil no Brasil, com crianças iniciando o contato com a escola entre os 3 e 5 anos de idade. O atendimento é feito em estabelecimentos chamados “Day Care”, que oferecem atenção como a de creche, e os preços e serviços desses locais variam de acordo com as cidades.

Elementary School

Esse período tem início no que os brasileiros conhecem por Jardim de Infância (Kindergarten, nos Estados Unidos), com crianças matriculadas entre as idades de 5 e 6 anos. Os alunos permanecem nas subdivisões da Elementary School até os 12 anos de Idade. Essas subdivisões seriam equivalentes ao Ensino Fundamental I (EF I) do Brasil, conforme abaixo:

  • 1st grade – entre 6 e 7 anos – equivalente ao 2º ano do EF I;
  • 2nd grade – entre 7 e 8 anos – equivalente ao 3º ano do EF I;
  • 3rd grade – entre 8 e 9 anos – equivalente ao 4º ano do EF I;
  • 4th grade – entre 9 e 10 anos – equivalente ao 5º ano do EF I;
  • 5th grade – entre 10 e 11 anos – equivalente ao 6º ano do EF I.

Uma das vantagens de iniciar os estudos nos Estados Unidos nessa primeira fase é que as crianças conseguem ingressar no novo sistema de estudos com mais facilidade. Afinal, durante a infância, estamos em pleno desenvolvimento, o que facilita o aprendizado do novo idioma e também estimula a capacidade de adaptação do ao ambiente.

Middle School

Nessa etapa, entre 11 e 12 anos, a criança passa a ter acesso a conteúdos e disciplinas mais específicas, visando ingresso na etapa High School (correspondente ao Ensino Médio).

As subdivisões podem ser comparadas ao período de Ensino Fundamental II (EF II) do Brasil, sendo as seguintes:

  • 6th grade – entre 11 e 12 anos –  equivalente no Brasil ao 7º ano do EF II;
  • 7th grade – entre 12 e 13 anos – equivalente no Brasil ao 8º ano do EF II;
  • 8th grade – entre 13 e 14 anos – equivalente no Brasil ao 9º ano do EF II.

High School

Em comparação ao Ensino Médio (EM) no Brasil, que tem duração de 3 anos, a fase de High School nos Estados Unidos trabalha com 4 anos de estudos, oportunizando mais flexibilidade na oferta de disciplinas e aulas mais dinâmicas.

Diferentemente do sistema brasileiro, os alunos americanos estudam obrigatoriamente quatro disciplinas (inglês, matemática, história e política), enquanto as demais ficam em caráter eletivo, podendo ser escolhidas voluntariamente pelo estudante. Entre as opções, estão as disciplinas de física, química, artes, debate, esporte, redação e culinária.

As subdivisões durante o período de High School são:

  • 9th grade – entre 14 e 15 anos – equivalente ao 1º ano do EM;
  • 10th grade – entre 15 e 16 anos de idade – equivalente ao 2º ano do EM;
  • 11th grade – entre 16 e 17 anos de idade – equivalente ao 3º ano do EM;
  • 12th grade – entre 17 e 18 anos de idade – no Brasil, não há essa série.

College

Findando todas as etapas, o estudante ingressa finalmente na universidade, em algum curso de sua preferência. O processo de ingresso na faculdade americana não é por meio de vestibular, como ocorre no Brasil. Isso varia de acordo com as instituições, que aplicam desde testes de idiomas para estrangeiros a entrevistas com questionários específicos.

Quanto custa estudar nos Estados Unidos?

Uma das facilidades de estudar nos EUA é justamente o fato de que o governo oferece vagas em escolas públicas para todos os estudantes. Obviamente, existe uma parcela de pais que matriculam seus filhos em instituições particulares, mas, em geral, são casos onde os responsáveis desejam um maior direcionamento da educação das crianças, como, por exemplo, escolas religiosas, estrangeiras ou bilíngues.

Já em relação ao ensino superior, tanto as universidades particulares como as públicas possuem custos e costumam ser um pouco mais altos em comparação ao Brasil. Entretanto, é comum as instituições oferecerem bolsas de estudos ou financiamento educacional.

Outra alternativa são as universidades comunitárias, que, em geral, costumam oferecer preços mais reduzidos, assim como a duração dos cursos, que têm média de 2 anos.

Quais são as vantagens de estudar nos EUA?

Além da garantia de qualidade do ensino e da possibilidade de melhoria de vida de quem opta por morar em uma cidade norte-americana, há muitas mais vantagens de investir na educação dos filhos nos Estados Unidos. Conheça algumas a seguir.

1. Intercâmbio cultural

Essa experiência permite que o seu filho conheça pessoas de diversas nacionalidades. Isso principalmente no ensino superior: devido ao oferecimento de bolsas de estudos por parte das universidades, estudantes do mundo inteiro dividem a mesma sala de aula.

2. Ensino superior em tempo integral

Um fator bem vantajoso, principalmente se a ideia é otimizar o período de formação, é que muitos cursos superiores norte-americanos oferecem aulas durante todo o dia. Essa possibilidade torna a conclusão dos estudos mais rápida.

3. Desenvolvimento profissional

Por último, estudar nos Estados Unidos permitirá que o estudante conquiste o domínio de língua inglesa, como nativo, o que é uma excelente vantagem para desenvolver uma carreira profissional de destaque.

Gostou deste artigo e de entender as vantagens de estudar nos EUA? Você conhece mais alguém com esse mesmo objetivo? Compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais e ajude seus amigos nessa empreitada!

One thought on “Você sabe as vantagens de estudar nos EUA? Veja neste post

  1. Pingback: Já ouviu falar no visto de investidor? Saiba quem pode solicitá-lo - Magic Florida Properties

Deixe uma resposta

×

Olá!

Clique no representante para falar via whatsapp.

× Olá, posso te ajudar?