O que você precisa para mudar para os EUA? Saiba aqui!

Mudar para os EUA

Mudar para os EUA é uma estratégia adotada por muitos brasileiros em busca de mais qualidade de vida e segurança financeira. Afinal, o país possui diversas oportunidades de negócios, principalmente nas regiões conhecidas por atrair brasileiros, como a cidade de Orlando, na Flórida.

No entanto, para mudar de pais, é necessário tomar algumas providências que vão garantir que a transição será tranquila para todos. Quer saber o que é preciso para mudar para os EUA? Continue a leitura e prepare-se!

Planejar-se financeiramente

Mudar para os Estados Unidos pode trazer muitos benefícios econômicos a longo prazo. No entanto, em um primeiro momento, você precisará de um investimento inicial e de uma reserva de segurança.

Caso você já tenha uma opção de trabalho ao chegar aos Estados Unidos, a soma a ser feita é a seguinte:

  1. os valores das passagens (você pode utilizar diversos sites de busca para ter uma noção do preço médio);
  2.  o valor de um mês de hospedagem, para que você tenha tempo de encontrar a sua nova casa;
  3.  o montante dos dois primeiros meses de aluguel e o caução necessário para alugar o imóvel (correspondente a três meses de aluguel);
  4. dois meses de contas básicas da casa (luz, água, telefone e internet), o que costuma dar, em média, $ 250/mês;
  5. quantia emergencial para remédios e atendimento médico;
  6. custo de alimentação e transporte por dois meses.

Os custos acima podem variar bastante de acordo com o seu estilo de vida. Por exemplo, um aluguel em um bairro de classe alta será bem mais alto do que em uma região menos conceituada.

Sua ideia é mudar para os EUA ainda sem uma fonte de renda definida? Então, o ideal é ajustar a conta acima para o período de seis meses.

Pesquisar sobre o seu destino

Para que o seu planejamento financeiro seja preciso, é interessante que ele seja feito após a escolha da cidade em que você vai viver, já que os custos de vida podem variar bastante de acordo com a região dos Estados Unidos.

Uma cidade que tem se firmado como pólo de brasileiros nos EUA é Orlando, na Flórida. O clima ameno e o estilo de vida mais leve são alguns dos fatores que fazem com que a adaptação seja mais tranquila por lá.

Essa pesquisa prévia sobre o seu destino também deve abordar opções de trabalho, de estudo e, também, em relação ao cenário imobiliário do lugar. Procure saber o valor médio do aluguel na cidade escolhida para evitar surpresas desagradáveis ao chegar.

Saber o que levar

Para mudar de país, a vontade inicial pode ser a de levar tudo que temos no armário, mas é preciso ser bem conciso. Carregar muitos pertences poderá se tornar uma grande dor de cabeça, além de levar você a ter que pagar pelo peso adicional de bagagem.

Lembre-se de que os preços das roupas nos EUA costuma ser bem mais atraente do que no Brasil! Portanto, caso precise de alguma coisa a mais, você poderá comprar por lá mesmo.

Na hora de pensar no que colocar na mala, considere o clima e o estilo de vida da cidade escolhida e leve apenas o essencial. É claro que, ao mudar para um país distante, a saudade de casa pode bater, não é mesmo? Por isso, embale também alguns objetos afetivos, como fotos, bandeiras e pequenos itens artesanais de decoração.

Tirar o visto

Um dos cuidados mais importantes para quem quer mudar para os EUA é tirar o visto corretamente. Para a residência de tempo indefinido, é preciso conseguir o green card, ou cartão verde, mas esse processo pode ser resolvido por lá mesmo.

Para estudar nas universidades, é preciso tirar o visto “F/M”, enquanto a categoria pedida para os estudantes de high school é o “F-1”. Para os intercâmbio culturais, solicite o visto “J”. É importante ressaltar que os vistos de estudantes só serão concedidos para aqueles que já tiverem sido aprovados em alguma instituição dos Estados Unidos.

Por outro lado, quem vai trabalhar no país deve tirar um visto de trabalho específico, de acordo com o tipo de serviço que será prestado.

Solicitação de visto

A solicitação do visto deve ser feita à embaixada americana no Brasil, por meio do site da instituição e do pagamento da taxa de agendamento da entrevista, que pode ser feita com até cinco membros da família. Com a entrevista marcada, é necessário preencher o formulário DS-160 e pagar uma taxa para cada visto solicitado.

Procurar opções de moradia

Para evitar gastos excessivos com hospedagem ao chegar no país, é interessante iniciar a pesquisa por imóveis ainda no Brasil. Você pode fazer isso em sites especializados, além de procurar a ajuda de um agente imobiliário.

Contar com um profissional in loco será essencial para a procura de um imóvel que atenderá às necessidades de toda a família. Um especialista também poderá dar dicas sobre os melhores bairros para viver e sobre a rotina e o estilo de vida de cada região da cidade.

Cuidar da documentação para compra ou aluguel

Para alugar ou comprar um imóvel nos Estados Unidos, você precisará de alguns documentos específicos. É importante providenciá-los antes da sua mudança! Você precisa estar legalmente no país e apresentar documentos como o extrato bancário, o passaporte e, em alguns casos, o cartão de Segurança Social.

Além disso, também é comum a cobrança de um caução para alugar imóveis nos Estados Unidos. Normalmente, o valor cobrado é referente a três meses de aluguel. Se a sua mudança for permanente, é interessante considerar a compra de um imóvel próprio.

Conhecer os motivos para viver em Orlando

Já falamos um pouco sobre por que Orlando encanta e atrai tantos brasileiros. Quer entender melhor? Veja agora os 3 motivos mais incríveis para escolher a cidade como seu novo lar!

1. Estilo de vida amistoso

Mudar para os EUA pode requerer uma grande adaptação ao estilo de vida do país, que pode ser bem diferente do que estamos acostumados no Brasil. Nesse quesito, Orlando se destaca bastante. Os moradores da cidade costumam levar uma vida bem divertida, aproveitando as diversas opções de lazer da cidade.

2. Boas opções de trabalho

A segurança financeira é um dos grandes atrativos para viver em Orlando. Como há muitos brasileiros na região, é mais fácil conseguir um emprego por lá. Da mesma forma, quem pretende abrir um negócio próprio também terá mais facilidade para encontrar bons parceiros e fornecedores.

3. Clima agradável

O frio costuma ser um dos grandes inimigos dos brasileiros que resolvem se mudar para os EUA. Felizmente, esse não é um problema em Orlando, já que a cidade costuma ter temperaturas bem mais amenas. Até mesmo no inverno, os termômetros não costumam ficar muito abaixo das regiões mais frias do Brasil.

Agora que você já sabe tudo o que precisa para mudar para os EUA, o que está esperando para começar a planejar a vida nova por lá? É hora de fazer as malas!

Gostou das nossas dicas? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e marque seus amigos que também sonham em morar nos Estados Unidos! Até mais!

Deixe uma resposta

×

Olá!

Clique no representante para falar via whatsapp.

× Olá, posso te ajudar?