6 dicas para escolher um corretor de imóveis nos EUA

Powered by Rock Convert

Algumas pessoas costumam passar férias em Orlando ou outras cidades nos Estados Unidos. Há quem opte até mesmo por comprar um imóvel no local (ou recorrer ao aluguel por temporada). Nesses casos, é necessário escolher um corretor de imóveis nos EUA. Fazer essa escolha de forma consciente certamente faz toda a diferença nas negociações.

Devemos levar em conta que estamos acostumados às leis brasileiras, que são bem diferentes da legislação vigente nos Estados Unidos. Um corretor qualificado está por dentro de todas as normas que regem as vendas e locações de imóveis e, portanto, pode orientar corretamente o cliente para que elas sejam cumpridas.

Se você está ciente da importância de contar com esse profissional, mas ainda não sabe ao certo como escolher um, acompanhe abaixo nossas dicas.

1. Escolha seu corretor

Assim como acontece no Brasil, o corretor nos EUA se especializa em regiões e tipos de imóveis. Existem corretores especializados em Vacation Homes (casas de férias), casas para moradia e imóveis comerciais. Além disso, nem todo mundo pode ser corretor.

Para ingressar nesse mercado de trabalho nos EUA, é necessário fazer um curso de formação específico e passar na prova estadual, que é considerada bem difícil. Tal estudo habilita os profissionais a atuar em praticamente todos os ramos de venda e locação de imóveis.

Entretanto, existem diversos outros cursos especiais que proporcionam ao profissional já formado tornar-se especialista em determinada área. Escolher um corretor que esteja alinhado aos seus objetivos é fundamental para o sucesso das negociações.

Portanto, se a sua intenção é comprar ou alugar um imóvel para passar as férias, o ideal é escolher um corretor especializado nesse segmento.

2. Analise as referências do profissional

Hoje em dia, é muito fácil obter referências a partir da internet. Páginas em redes sociais e fóruns que discutem determinado assunto normalmente contam com opiniões de usuários que já contrataram os serviços de determinado profissional.

Consultar essas referências é uma forma de ter ideia do nível de satisfação das pessoas que já negociaram com o corretor que você está pensando em contratar. É claro que nenhum profissional é capaz de agradar a todos e é comum que existam clientes que não ficaram satisfeitos com os serviços prestados.

Entretanto, um grande número de avaliações negativas deve servir como um alerta sobre a real conduta do profissional. Para fazer uma análise justa, vale aplicar uma boa dose de bom senso e sempre consultar mais de um canal online.

A credibilidade da imobiliária onde o corretor é afiliado conta muito no processo de escolha do profissional.

3. Pergunte sobre os conhecimentos do seu corretor

Se a sua ideia é comprar ou alugar um imóvel em Orlando, por exemplo, espera-se que o corretor contratado conheça a região. Um bom corretor normalmente tem todas as informações da localidade na qual atua. Se você notar que o profissional consultado não tem, pode ser que ele tenha expandido demais seu leque de atuação.

Isso não é um bom sinal, visto que o corretor ideal para ajudá-lo é aquele que pode até atuar em um perímetro menor, mas consegue tirar quaisquer dúvidas sobre o imóvel em questão.

Além disso, é importante que ele não meça esforços para oferecer ao comprador em potencial o máximo de munição possível para que ele faça uma boa escolha. Lembre-se de que o profissional que vai atendê-lo deve saber responder a quaisquer perguntas. Quando não souber, o empenho em buscar as soluções é fundamental e demonstra interesse e profissionalismo.

4. Relação de exclusividade

Aqui no Brasil, costumamos anunciar nossos imóveis no maior número de imobiliárias possível. Um cliente também pode manter contato com diversos corretores para cuidar de uma mesma compra.

É comum vermos placas de quatro ou cinco agências em um único imóvel, e o comprador também pode ligar em diversas delas e escolher onde as condições parecem mais atraentes. Nos EUA, as normas para a profissão são um pouco diferentes, e os imóveis podem ser colocados a venda (ou locação) em uma única imobiliária.

Também, a grande maioria das relações entre corretor e cliente pressupõe exclusividade do agente imobiliário. Ou seja, você precisa escolher um único corretor de sua confiança para conduzi-lo durante as negociações.

Tal escolha consiste também em renúncias a outros profissionais. Daí a importância de analisar os mais diversos aspectos antes de escolher esse profissional.

5. Saiba como funciona o processo de negociação

Ainda que você conte com ajuda especializada, é importante conhecer o processo de negociações de imóveis nos EUA. O corretor também precisa estar preparado para informá-lo sobre as vantagens e desvantagens de cada opção que você considerar, sempre levando em conta as suas preferências e prioridades.

Lembre-se de que, após escolher o imóvel, será necessário consultar programas de financiamento (se for o caso) e é o seu dinheiro que está em jogo. Portanto, tenha em mente que é importante poder confiar no profissional escolhido.

Entretanto, ele também precisa lhe fornecer munição para que você esteja apto a decidir por conta própria e com consciência antes de concluir a negociação.

6. Vença a barreira do idioma

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, você não precisa ser fluente em inglês para negociar imóveis nos EUA. É claro que, quanto mais conhecimentos você tiver no idioma, melhor.

Porém, há clientes que se sentem mais seguros ao contratar um corretor que fale português. Aliás, podemos dizer que o mercado local conta até mesmo com profissionais brasileiros.

Se esse aspecto é importante para você, ele deve ser levado em conta ainda na fase das negociações. Também é importante lembrar que quase todo o processo pode ser realizado sem que você precise sair do Brasil. Por garantia, você deve sempre manter contato com o corretor, responder e-mails prontamente e entender que o processo de compra depende do cumprimento de cláusulas de contratos e datas rígidas.

Entendeu a importância de escolher um corretor de imóveis nos EUA? Percebeu como as negociações tendem a fluir melhor quando se conta com ajuda especializada? É por isso que você deve tomar todos os cuidados necessários na hora de escolher qual profissional vai conduzir as suas negociações.

Se este post foi útil para você, não deixe de nos seguir nas redes sociais para ter acesso a outras informações relevantes quanto à compra e locação de imóveis nos EUA. Estamos no Facebook e no Instagram.

Powered by Rock Convert

One thought on “6 dicas para escolher um corretor de imóveis nos EUA

Deixe uma resposta

×

Olá!

Clique no representante para falar via whatsapp.

× Olá, posso te ajudar?